Lis de Castro – emoção à flor da pele

lis3A primeira vez em que realmente me emocionei com a dança do ventre, a ponto de ficar com lágrimas nos olhos, foi vendo a Lis de Castro dançar. Era um misto da mais pura essência do que eu acreditava ser a dança do ventre: sensualidade e suavidade na medida certa, técnica primorosa, expressão de quem amava o que fazia e uma leitura musical belíssima. Além de tudo isso, Lis era uma mulher linda. Pronto, estava selada a minha paixão por essa menina.

Apesar de não ser baiana de nascimento, a Lis compõe o quadro e Bailarinas da Bahia e, aqui, quero ajudar a divulgar a beleza de sua arte e de sua história. Por isso, deixo agora com vocês Lis de Castro, sua dança e sua história.

“O meu primeiro contato com dança foi ao 11 anos (1991), quando fiz 3 anos de jazz e 1 ano de sapateado no Rio de Janeiro. Aos 18, fiz uma única aula de dança do ventre com a minha amiga Regina Braga que dava aulas particulares em casa e foi quem me fez despertar para a Raks El Sharqi. Eu fiquei fascinada pela música, pelas roupas e pela magia desta arte. Mas, apesar de gostar muito de dançar, a minha verdadeira paixão era o desenho de moda e quando cheguei aqui em Salvador, em 1999, os meus planos estavam totalmente voltados para o “mundo fashion” e então fui trabalhar na Forum, umas das melhores empresas do ramo. Neste meio tempo, em 2000, eu conheci Fernanda Guerreiro e ela me disse que era professora de dança do ventre. Surgiu então o convite para fazer uma aula e eu pensei, “porque não?” No final ela comentou que eu tinha muita facilidade, me ofereceu uma bolsa e a oportunidade única de fazer aulas em várias de suas turmas. Eu fiquei surpresa com tamanha generosidade e apaixonada pelo ser humano, pela professora e mais adiante, pela amiga que ela se tornou para mim! Daí, em muito pouco tempo eu já tinha participado de uma coreografia, um pouco depois veio o meu primeiro solo e quando eu vi, já estava com o seu grupo fazendo apresentações em vários lugares. Então veio o interesse em conhecer um pouco mais da cultura, da didática e em passar a arte adiante. Foi quando Nanda estava saindo de todas as academias onde dava aula para inaugurar o Dance Baladi e disse que poderia me indicar para dar aula no seu lugar mas, que eu precisava escolher entre a dança e o trabalho – que já não estava mais me fazendo tão feliz (mas, isso é uma outra história). E assim, em meados de 2003,  comecei a me dedicar – integralmente – à Dança do Ventre como professora e bailarina da Cia Dance Baladi. De lá pra cá, muitas conquistas e aprendizado.

Em Agosto de 2009 inaugurei o Razi Saloon – Atelier de Arte e Cultura. Razi (meu segredo, em árabe) e Saloon (sala grande ou salão, em inglês). Um espaço especializado em Dança do Ventre e Dança de Salão onde acreditamos que a dança é a mais bela expressão da arte e a sua história, costumes e tradições são uma inesgotável fonte de conhecimento. E com este compromisso idealizamos um projeto de levar bem estar e qualidade de vida através da consciência corporal, além da oportunidade de estudar a cultura de um povo e adquirir toda a sua forma de expressão. Um projeto maravilhoso, um sonho realizado!

E espero assim poder contribuir sempre para o crescimento da Raks e dizer que esta carioca aqui é sim uma  “Bailarina da Bahia” pois, aqui fiz a minha história e é aqui que eu quero continuá-la “. – Lis de Castro

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

10 respostas para Lis de Castro – emoção à flor da pele

  1. maíra magno disse:

    essa menina é tudo emais um pouco

  2. Virginia disse:

    Lis, primeiramente Parabéns!!
    E com tudo o que aqui foi dito, fico feliz por vc ser a minha pró.E também por ter te conhecido. Pois, hoje fazendo a dança do ventre sinto-me uma outra mulher, que precisava desabrochar, mas não sabia como.
    Beijos
    Vicka

  3. Lorena Chang disse:

    Eu fazia ballet e nunca imaginava na minha
    vida que um dia eu faria dança do ventre,porém
    ao assistir a uma aula da minha linda prof. Lis de Castro,
    não pensei duas vezes e logo quis ser uma das suas
    aprendizes…Eu não poderia ter feito escolha melhor
    que essa,estou amando demais a dança do ventre
    e a minha prof linda,que nos ensina essa arte com
    tanta atenção e dedicação,graciosidade e amor!
    beeeijos minha pró!
    Vc é miiil!! ;*

  4. Lorena disse:

    Esse post é muito lindo e eu sou obrigada a concordar com os outros comentários. Eu fico muito feliz e orgulhosa de ser aluna de uma pessoa tão competente e que ama tanto o que faz. Parabéns pró! Muito sucesso!

  5. Marcelle Meurranhy disse:

    Sucesso p essa pessoa maravilhoooooooosaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Minha professora do coração. Me orgulho muito de ti, da sua dedicação, atenção e infinitas qualidades!!!! És graciosa, qnd dança, então…. NOssaaaaaaaaaaaaaaaaa é de arrepiar.
    Q vc possa nos contagiar a kda dia com esse encanto q só vc tem. Fico feliz em levar um pedacinho de vc no meu quadril….rsrsrrrs
    Felicidades

  6. Priscila Merak disse:

    Linda Lis, não há uma flor igual a Lis 🙂 Lis é Lis e não há outra Flor de Lis.
    Me emociono e me arrepio a cada apresentação dessa Lôra gostosa.
    Sucesso Amiga!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Bjs da Pri!

  7. Lis de Castro disse:

    Oi, meninas! Obrigada por cada palavra e pelo carinho de sempre…
    Vcs são a minha inspiração de todos os dias, tudo o que eu faço é pra vcs e acho que sabem disso. Adoro ver as descobertas de cada uma e farei sempre o que estiver ao meu alcance para vê-las felizes enquanto raksas e enquanto pessoas através dos duns e tacs (e de outras coisitas mais, rs!). E Maíra, é uma delícia ler um comentário seu pois, sei que a senhora só se pronuncia quando gosta mesmo, hein? Adoooro isso! Beijos nos corações e fiquem com Deus

  8. Jana Ribeir Oliveirao disse:

    A Lis dança lindo mesmo. Assino embaixo.
    A Lis foi a segunda pessoa que me emocionou ao dançar. Isso já faz mais de 6 anos e ELA CONTINUA ME EMOCIONANDO. Isto é ou não é fantástico?
    Encontrei ela este fim de semana num espetáculo e lhe disse, lá na cochia: vc vai ficar velhinha dançando lindo e emocionando, pois está dentro de você.

    É mesmo um mistério, uma magia e uma maravilha, quando alguém dança e emociona.
    Espero alcançar um mínimo deste poder.

    • Lis de Castro disse:

      Jana, linda! Que delícia te encontrar no Flamme e poder sentir todo esse carinho de perto (rs), obrigada pelas palavras! Então, vamos continuar trocando essa energia boa? Adoooro \o/! Muitos beijos e fica com Deus.

  9. Lis de Castro disse:

    Jana, linda! Que delícia te encontrar no Flamme e poder sentir todo esse carinho de perto (rs), obrigada pelas palavras! Então, vamos continuar trocando essa energia boa? Adoooro \o/! Muitos beijos pra vc…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s