Pra me lembrar que simplicidade com elegância é mesmo t-u-d-o!

Então, meninas… eu não sou daquelas estudantes dedicadíssimas quando o assunto diz respeito a vídeo-aulas de dança do ventre.

Apesar de ter dezenas desses dvd-s aqui no meu armário, poucas vezes me dou ao trabalho de assisti-los e, mais ainda, de fazer as benditas aulas. Isso porque sou uma criatura que precisa de olhos atentos sobre mim – essa coisa de aula por vídeo, educação à distância e afins não me atraem porque sempre acho que estou fazendo alguma coisa errada e por essa modalidade de ensino, não tenho ninguém pra me consertar (se é que eu tenho conserto… ahahahahah!).

Mas, numa dessas segundas-feiras da vida, acordei com uma big enxaqueca e, sem remédio que fizesse a bendita passar, acabei em casa o dia todo. No final da tarde, já entediada de não fazer nada, resolvi dar uma espiadinha num dvd adquirido recentemente: Magnificent Moves Belly Dance da Zahra Zuhair.

Vocês devem estar se perguntando: “quem?”.

Pois bem, o motivo de ter adquirido o dvd dessa moça é porque a Roxxanne Shelby, que esteve aqui em Salvador no ano passado, disse ter sido aluna dela, assim como foi aluna da Sahra Saeeda. E a Roxxanne é uma referência pra mim de dança simples, orgânica e elegante. Foi pensando nisso que fui procurar quem era essa tal de Zahra Zuhair, afinal, se ela havia sido professora daquela jóia da Roxxy é porque devia ser uma americana com uma dança diferencial, assim como a Sahra Saeeda.

No youtube não achei nada de significativo da criatura, mas aí vi achei esse dvd e pimba!

O dvd em questão é uma vídeo-aula de seqüências egípcias e tem uma apresentação da moça no final.

Apesar de também não ser muito fã de aulas baseadas apenas em seqüências (ok, sou mesmo chatérrimaaaaaaaaa), as contidas nesse volume me encantaram: são umas gracinhas! Fiquei apaixonadinha com a simplicidade elegante das combinações que ela faz. Não há grandes dificuldades nem em termos técnicos nem para quem, como eu, tem memória curta – são seqüências curtas e tranqüilas de fazer. Também não tem grandes inovações – são oitos, redondinhos, arabesques e soldadinhos bem combinados. Simples assim. E é fofo! Exatamente aquilo que venho eternamente buscando pra mim.

Na apresentação do final, a moça demonstra um tiquinho do seu talento. Gostei. Se vocês assistissem, é provável que diriam que é mais ou menos. Pode até ser mesmo… mas é que em época de piruetas, dança do ventre misturada com zouk e tribal fusion, a simplicidade do estilo egípcio a la Taheya Carioca me encanta cada vez mais.

E aqui, uma apresentação da moça que achei no youtube:

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Pra me lembrar que simplicidade com elegância é mesmo t-u-d-o!

  1. Shaide Halim disse:

    simples, mas com uma técnica primorosa. Adorei os movimentos dela!

    Eu tô na fase menos é mais. Se a dança é simples e bem executada, já cumpriu metade de seu propósito. A outra metade a gente completa com a emoção, a diversão, o prazer de estar dançando. ^-^

  2. Samara disse:

    Tâo elegante, tão “fácil”, tão suave, tão “antigo”. Não antigo de velho, mas de perdido no tempo. Como se certos cacoetes de certas bailarinas nunca tivessem existido. Gostoso.

  3. Daiane disse:

    Oi, Lory! Traz pra gente ver aqui? Tem tanta figurinha pra trocar! Espero que dê tempo, hehe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s