Desert Sin: pura ousadia!

Acabo de descobrir no youtube, diversos vídeos de uma troupe bem pouco convencional de “dança do ventre”: Desert Sin.

Na realidade, esse grupo se auto-denomina como uma troupe alternativa de dança do ventre. Sua proposta principal é criar fusões e experimentações com outras linguagens artísticas – teatro, dança contemporânea, jazz, burlesque (viu, Shai?), tango, dentre outras.

O que me chama a atenção é a qualidade impecável da produção e das coreografias. Além, é claro, do potencial criativo apresentado nos vídeos.

Se eu ousaria tamanha mistura? Provavelmente não. Não tenho essa coragem toda, muito menos bagagem pra isso. Mas como expectadora, é um deleite assistí-los.

Confesso ter ficado extremamente curiosa para ver vídeos da nova montagem “Sex and Taboo – A Surreal Performance Event”, que, entre outras coisas, pretende levar ao palco temas como masturbação, incesto e sexualidade.

Nossas bailarinas púdicas deverão ter convulsões ao ver esse tema sendo trabalhado com leituras de dança oriental, não?

Me diverti só de imaginar a cena!

Mas me conta, por favor, o que vocês acharam. Tô me coçando de curiosidade!

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

7 respostas para Desert Sin: pura ousadia!

  1. Shaide Halim disse:

    Lory, eu adoro o trabalho delas. Já postei lá no meu blog esse vídeo delas de melindrosas… acho inovador, dinâmico e, principalmente, alternativo “assinado embaixo”. Ou seja, elas usam a dança do ventre, sim, mas fazem sua própria releitura e deixam isso bem claro, para o público saber diferenciar o trabalho delas de um mais tradicional.
    Tem videos aí que vc postou que eu ainda não vi… vou agora ver todos! ^-^

  2. Vivi Amaral disse:

    Algumas coisas inusitadas sim, figurino caprichado e ousado, preocupação com a dramaticidade cênica, músicas legais, excelente técnica e domínio de corpo das bailarinas. Ao vivo deve ser bem empolgante ver o grupo. Mas algo não me fez mergulhar na viagem delas… Ok que estou meio chateada com algumas coisas relativas a dança e isso pode estar afetando a minha análise,mas o tempo todo me vinham associações com as performances do Cirque du Soleil.

    Foi a minha impressão. Bjk, florzinha.

  3. Bela disse:

    Já conhecia o 1º vídeo e gosto bastante. Mas os outros, hum… nem tanto. Tem coisas que caem no excesso e tb no óbvio, por ex, levitação – cenário Taj Mahal, gatos – cenário pirâmide. E em termos de dança mesmo, movimentação, acho que deixa a desejar, não me empolga. Apesar dessa minha opinião cri cri, acho muito legal a ousadia, sair do lugar comum! Mas meu voto vai pra nossa brasileira Luana Mello, rs!!!!

  4. Deby disse:

    Oi Lory querida, pois é eu nao sou muito fa de fusoes, acho que é porque virou uma palhacada no meio da danca do ventre, a bailarina olha uma video de tango ou qualquer outra danca que ela nao domina no youtube, observa alguns passinhos e sai fazendo fusao com danca do ventre, aí vira aquela merda, que agente ta cansada de ver no youtube. Masssssssssss nao é o caso desse grupo que vc postou, eu gostei das meninas, qualidade, criatividade de gente que SABE oque faz!!!! Tem um grupo aqui na Alemanha que nao é tao audacioso como o Desert Sin, mas que traz a mesma proposta, fusao de outras com danca oriental, eu particularmente gosto, fusao assim é que da gosto de ver ;-). Da uma olhada o grupo se chama Muse Ensemble:


    depois me responde dizendo oque achou ok?

    Beijos.

    Deby.

  5. Elaine disse:

    Lory, achei um deleite!

  6. Lory lindona!

    Adorei o post. Não conhecia o trabalho do Desert Sin! E achei muito bom de se ver como show. Em nenhum um momento vi como dança co ventre, ou grupo alternativo de dança do ventre. Apenas um show de artistas com todo polimento, que quem bem paga um ingresso gosta de ver. Se souber mais sobre a história do grupo seria bacana. Como bem disse Vivi, em muito lembra o Cirque du Soleil. Mas nem de longe me faz ve-lo como dança do ventre. Assim como o primeiro video, citado acima, do Muse Ensemble. Um excelente corpo de dança, com um trabalho referencial a dança do ventre, mas não dança do ventre. Pessoalmente falando não gosto de chamar certos trabalhos como fusão de dança oriental. Prefiro dizer que eles se referenciam a dança oriental, mas não que seja. Daqui a pouco ficará confuso para as próximas gerações entenderem o que seja Dança do Ventre. Enfim, apenas uma inquietação pessoal!

    Beijinhos.

  7. Marcela Castro disse:

    Adorei!!! Achei o máximo!!! Um mix bem interessante e realmente um deleite pra quem curte danças (em geral)!!! Um espetáculo!!! Virei fã também

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s