Reconhecendo Estilos: Layla

Passei um tempo sem fazer o Reconhecendo Estilos, mas agora ele está voltando. Devagarzinho, mas voltando!

Pra recomeçar em grande estilo, escolhi a belíssima Layla do grande Farid al Atrash. E para estrelar o quadro, 3 bailarinas desconhecidas pra mim, até então. Até porque, caras leitoras, ao que me parece, essas músicas mais tradicionais não caem no gosto popular entre as bellydancers e poucas são as bailarinas que ousam dançá-las.

De antemão, já vou dizendo que não consigo ter uma preferência entre as três. Todas me parecem extremamente coerentes, envolvidas com a música e com a proposta de uma dança do ventre mais ligada as origens da era P&B.

Confesso que gosto da proposta de dança simples e limpa da primeira, do mise-en-scène da segunda e da coreografia pra lá de retrô da terceira bailarina. Então, queria mesmo era ouvir (ou melhor, ler) de vocês o que lhes ressaem aos olhos, se gostam ou não, qual delas é a sua preferida e porquê.

Beijocas!

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

4 respostas para Reconhecendo Estilos: Layla

  1. Laurinha disse:

    Gostei muito do segundo e do terceiro vídeos, mas não gostei do primeiro. Eu não sei se a primeira estava nervosa ou se esse é o jeito dela mesma, mas acho que faltou expressão, carisma. Ela dança com a mesma expressão de quem estivesse fazendo qualquer outra coisa, menos dançando, tanto que nem consegui ver até o final.
    A terceira dança muito bem, executa os movimentos de uma forma linda e tem muita simpatia, também gostei da coreografia.
    A segunda foi a minha preferida. Além de achar que ela dançou melhor, ela se comunica com o público, tem carisma, parece que se entrega e se emociona com a música. E o número dela ainda tem uma coisa que sinto falta em apresentações mais longas de dança do ventre, de certa forma, a apresentação dela conta uma historinha, ela parece que não está dançando simplesmente por dançar… Não sei se me fiz entender, rsrs, mas acho que o negócio não é só executar os passos direitinho, tem que ter algo a mais, talvez seja essa a diferença entre uma pessoa que a gente vê como artista e outra que a gente não vê…

    Bjus Lory. E adoro essa série do blog!!!

  2. samara72 disse:

    Post fedendo naftalina – adouro!
    Gosto da dança das três e mais ainda da proposta. A primeira moça fez uma escolha de cores infeliz no figurino e isso incomodou um pouco minha Lua libriana, mas dança gostoso que só.
    A dança da segunda seria a que normalmente chamaria mais minha atenção (fora o teatrinho inicial, que desaprecio), mas, para a proposta, acho que a terceira matou a pau. Cuidado com tudo, com escolha dos passos, amei. Podia mostrar um cadinho mais de empolgação, mas amei assim mesmo.
    Beijos.

  3. Elaine disse:

    Oi Lory, fazia tempo que não tinha “Reconhecendo estilos”, que bom que voltou a publicar…
    Aí vão meus pitacos:
    – No 1° vídeo, pelo figurino, pela estética e pela dança apresentada, eu tive a sensação de estar vendo uma bailarina dos anos 50. Como sou apaixonada por este “estilo” de dança da época, eu gostei bastante.
    – No 2° vídeo, não gostei (nem entendi) aquela entrada da bailarina, me pareceu mais um show de comédia do que de dança do ventre então, apesar de simpatizar com a dança da bailarina, já fiquei com um pé atrás e não consegui passar dos 4 minutos de vídeo. Obs.: o que é aquele músico fazendo percussão com a boca diretamente no microfone? Mega estranho…
    – Se bem entendi, no 3° vídeo, a proposta era uma dança no “estilo” Samia Gamal, e acho que o objetivo foi bem sucedido, digamos que remete à lembrança da época e dos trejeitos da Samia. Eu gostei do figurino, da expressão, movimentação e da leitura dessa bailarina, com excessão dos movimentos de solo (gosto pessoal, não curto), o resto ficou bacana. Achei a finalização dela muito bonita.

  4. Larissa Branquinho disse:

    Amei a terceira bailarina, ela faz uma leitura gostosa da música e, concordando com a Elaine, ela se propôs a fazer dança no estilo Samia Gamal, e conseguiu sim…Usando passos que muitas vezes a gente nem lembra de colocar , com tantos malabarismos técnicos, ela fez algo bem bonito…A segunda, concordando com a samy, desaprecio teatrinhos desse nível…Acho que ela se perdeu e não me pareceu que tenha muito talento para fazer algo nessa proposta, mas dançou de uma forma bonita tb, mas já fiquei meio sem gostar muito…A primeira eu não passei dos 1:30…Não curto muita repetição , cara de coreografia…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s