Pãozinho

Tarik – o pãozinho de queijo das bellydancers!

O Festival Bahia Brasil teve muita gente bacana, alguns talentos incontestáveis e um desfile de técnica e competência, mas… nada, absolutamente nada, supera o carisma dessa moço. Foi simplesmente o arraso da Noite!

A mulherada delirou! E não é pra menos. O rapaz não é apenas bonito, como tem um sorriso e uma energia avassaladoras. E ainda dança muito bem!

É um deleite ver um homem executando a dança árabe masculina com tanta competência e charme.

Bem que o Tarik podia formar uma escola de meninos bailarinos, hein? Garanto que não iam faltar suspiros e agradecimentos a ele pelo imenso favor que faria para a comunidade feminina bellydancer.

Me desculpem, meninas e meninos, mas, dessa vez, a minha resenha está seriamente prejudicada – por excesso de tietagem. Acho que vocês me entendem, né? Ai ai…

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

20 respostas para Pãozinho

  1. Vivi disse:

    kkkkk, te entendendo perfeitamente!!!!!! (e faço minhas as suas palavras,com a sua devida licença, claro!).
    Fia, eu vi algumas fotos do Festival, e me passaram uma energia muito boa! Vi um vídeo de Gal e fiquei impressionada… Acho que esse festival vai ser um marco na história bellydancer de SSA. Minha intuição. 😀

    bjbjbjbjbjbjbj

    • lorymoreira disse:

      Ai Gal… é difícil falar de Gal porque ela faz parte de minha história com a dança, porque ela é a cigana do meu coração e somos irmãs de alma. Mas vou falar: tudo que Gal toca, é pura energia. O que ela e aquelas meninas fizeram no palco foi muito bom! E não estou falando de técnica, de coreografia ou nada disso. Estou falando de feminilidade e comunicação com o público.
      Quanto ao Festival, creio que ele já tenha virado agenda fixa nos eventos de Salvador.
      Agora que meu surto pós Tarik tá menor, posso dizer outros momentos que foram lindos: ver Fernanda Guerreiro dançando grávida (pura completude), ver a emoção estampado no rosto de Ana Azevedo em Set el Hosen, a sensualidade de Cris ao dançar Alf Leyla wa Leyla, a sapecagem do derbake de Allana Alflen, a explosão de sensualidade e inovação da Renata Lobo, a delicadeza tocante da dança de Claudinha Pugliesi e o estrondo de empolgação que a dança do seu grupo (Arco Íris) provocou na platéia.

  2. Carol Murad disse:

    Minina do céu, ano passado foi minha vez de ter esse seu surto! *.*
    O Tarik veio fazer uma participação pra lá de especial aqui no Festival da Ju Marconato, e todas nós gritávamos e íamos ao delírio nos bastidores, quando ele tava no palco! Dá pra imaginar né?
    Mas não contente com isso, a Ju organizou depois um workshop com ele de dança andaluz, e “vôticontá”: esse homem consegue ser mais lindo sem maquiagem e na luz natural hehehe! Além de ser uma simpatia, e ter um carisma sem igual!
    Ah, e com certeza dança muito, quase ia esquecendo rsrsrs!

    =*******************************

  3. LuArruda disse:

    a gente entende! Tarik deixa mesmo a gente sem palavras…rs…
    🙂
    eu sou fã dele! classe e elegância, exemplar!

  4. Lucy Linck disse:

    Adoro!!! Lindo, vigoroso e talentoso!!! E, quando faz dupla com a Kahina, não tem pra ninguém!!! Quase infartei no Mercado Persa desse ano!
    A propósito, para a felicidade das bailarinas gaúchas, o Tárik e a Kahina vem dar um dia inteiro de workshops em Porto Alegre, em 23 de outubro. Nem preciso dizer que fui uma das primeiras a me inscrever…e o mais bacana é que está com o preço super acessível, mega parcelado, para a gente que tá sempre correndo atrás da máquina…
    Beijos!!!

  5. Gentem….agora me desculpem…eu fui no show e foi tudddddooooo de booooooooommmm…e tbm fui no workshop e foi mais maravilhoso aiiindaaaaaaaa…..O cara realmente é td de bom…ele só tem um probleminha….mas opção é opção….cada um seja feliz como for…..e realmente concordo com a Carol…o cara é muito, mais mto + lindo sem maquiagem….ele tem uma beleza natural e um carisma, fora a educação e simplicidade fora de série…Lory…vc só esqueceu de mencionar a fofuxa da Lis…que acabei virando fã dela graças a seu blog e agora tbm sou aluna…ela é a coisa mais fofa do mundo….Bjs meninas e espero encontrá-las no próximo Festival que com certeza será um arraso de novo!!!!

    • lorymoreira disse:

      Marcela, a propósito, foi bom te conhecer por lá! Aliás, essa história valia um post no blog. Risos! Fiquei feliz de conhecer uma leitora assídua e mais ainda de saber que você foi fazer aula com a lindinha da Lis por conta das informações deste blog aqui. Beijos!!

      • Marcela Castro disse:

        kkkk….é verdade…só faltou a fotux…mas fiquei com vergonha de pedir pra vc…daí no próximo encontro eu vou querer tirar uma foto sem falta…vá se preparando…Pois é, quando se trata de aulas é complicado..pq vc precisa de tempo pra achar o que vc quer de uma professora e quando agente tem referências fica mais fácil….bjsssss e até o próximo encontro…

  6. Aisha disse:

    Lory,

    você tem toooda razão. A primeira vez que dancei com ele, fiquei impressionada com tudo isso que vc citou e mais o fato de que ele é mega empenhado, ia ensaiar o número, sem o menor stress. Fomos fazer a semana árabe da Pousada do Rio Quente e não teve alma que não surtou com o rapaz. Ele tem o dom de fazer os olhinhos brilharem…adoro sua dança e alma que habita aquele corpinho…

    beijos

  7. maíra magno disse:

    minha querida muito grata pelo dvd estou encantada um presentão brigada mesmo!

  8. Elaine disse:

    Acho que nem preciso comentar de Murilo Possebon né flor, ele é minha paixão maior desde o começo na dança.
    Tê-lo dançando comigo no primeiro aniversário da minha escola foi um sonho realizado, posso morrer feliz!

    • lorymoreira disse:

      Imagino!! Após essa declaração, meio mundo bellydancer agora terá inveja de vc. Eu tô na lista. Mas é invejinha boa, viu?

  9. Rhazi disse:

    Oi Lori, aqui em Sampa, o apelido que vc deu “pãozinho de queijo” mais do que pegou! Teve um show aqui que as meninas do público gritavam “pãozinho de queijo! pãozinho de queijo!” … numa outra oportunidade, ele deu uma entrevista para a Shimmie, e no final, ele disse: “um grande beijo do pãozinho de queijo!!!” kkkkkkkkkkkkk
    Pode deixar que vamos dar o crédito à criadora do apelido!!!

    Beijos beijos e parabéns pelo blog.

  10. tania disse:

    olá.. bem sou meio novata no meio da dança.. comparando com tantas lindas q tem seus 5,10, 15 anos..rsrs eu já ouvi, mas não sei o porque… e queria saber.. pq esse apelido de pãozinho de queijo das bellydancers.. bjsss

    • lorymoreira disse:

      Tania, eu chamei ele de pãozinho pra não chamar de gatinho. Tinha que ser pãozinho de queijo porque todo mundo gosta de queijo, né? Rs!
      Foi uma brincadeirinha que fiz e que parece que pegou nacionalmente, né?
      Que poder que tem um apelido, menina…
      E ele não é mesmo um pãozinho de queijo?

  11. tania disse:

    hummm entendi!!! adorei sua criatividade menina!! pois é, pegou geral!!!!!!!!! rsrs
    sim.. ele é mesmo!! e tb fofo como um bom pãozinho.. kkkkkk bjsssss

  12. GabrielaLourenço disse:

    Aiiiin fiz u workshop com ele de 2 meses. Esse homem é um exemplo de simpatia, beleza, alegria, tudooo de bom!!
    Quero esse pãozinho de queijo pra miiiiiiiiiiiiim… hehehe
    bjs bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s