Aziza

A minha primeira paixão bellydancer, lá nos anos de 2003, foi a bailarina canadense Aziza. Não que eu entendesse alguma coisa de dança, mas naquele periódo tinha acesso apenas aos dvds das Superstars e já achava a Aziza a única salvação daquele grupo.

Depois de um tempo, quando comecei a ver outras coisas e conhecer a dança das egípcias, deixei de gostar da Aziza. Cortei relações, fiquei de mal, guardei sua dança no fundo do baú. Se ela era antes minha queridinha, passou a ser uma mera bailarina ocidental sem nenhum valor emocional pra mim.

Mas, dia desses, enquanto esperava a aula de dança do ventre começar, assistia na televisão do espaço onde faço aulas o dvd On Fire. Aquele “primor” das Superstars (isso foi uma ironiazinha, tá?). E não é que revendo o dvd, vi a Aziza e entendi o motivo da minha admiração anterior?

É verdade que a moça não é uma bailarina excepcional e coisa e tals, mas ela tem uma coisa que é essencial pra mim: ela demonstra gostar de dançar!

Certo, ela é bem certinha, ultra coreografada, tem umas esquisitices básicas, etc, etc, etc… mas a moça tem seus encantos: uma dança macia, coerente com a música, bom gosto musical, limpeza técnica (dá pra uma iniciante entender tudo que ela está fazendo), giros e braços delicados.

Daí fiquei pensando duas coisas: a primeira é que a gente sempre tem o que aprender com qualquer bailarina. E a Aziza me mostrou que é um sorrisão e simpatia, ganham pontos em qualquer situação. A segunda foi que, lá pros anos de 2003, para quem nunca tinha tido acesso a nada além das Superstars, até que tive um gosto bem refinado pra uma iniciante.

Ela não voltou a ser minha bailarina preferida, mas, digamos assim, fizemos as pazes.

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

8 respostas para Aziza

  1. Deby disse:

    Oi Lory.

    Olha só, quando eu comecei a dancar la pelos anos de 2003 eu tambem adorava a Aziza, e depois tambem deixei de gostar dela! Ahh e meu sobrenome tambem é Moreira. Credo! é tanta coincidencia que da até medo!

  2. Laurinha disse:

    Eu gosto muito da Aziza. Não chega a me emocionar, mas acho que ela tem uns movimentos muito bonitos e uma simpatia imbatível… Tem um DVD didático dela, que além de muito legal, é bem divertido, ela brinca com as alunas, pede pra fingirem que o quadril tem um motor na hora do shimmie, é muito legal, deve ser uma ótima professora. Já no DVD didático sobre véus ela assume uma pose toda sensual, séria, é quase outra dançarina… Gosto quando a mesma pessoa consegue apresentar coisas diferenciadas… Ela e a Jillina são as únicas “superstars” que eu gosto. A Jillina eu já sei que você não gosta de jeito nenhum, rsrs, mas acho que ela é bem criativa em algumas coreografias e a simpatia e o carisma, principalmente nos DVD’s didáticos, me conquistaram…

    Bjão…

    • lorymoreira disse:

      Veja bem… risos! Não é que não goste de jeito nenhum da Jillina… é que ela não me diz absolutamente nada. Mas a competência técnica coreográfica da moça é indiscutível.

  3. Vivi disse:

    Quem me apresentou à Aziza foi vc, neguinha, lembra? bjk

  4. Rhazi disse:

    Puxa vida! Comigo foi diferente Lory! Eu conheci a Aziza há pouco tempo, e passei a ter uma “paixãozinha” por ela, pois, pra mim, estar inteira no palco faz toda diferença! Mesmo coreografadazinha, bem politicamente correta, ela me toca pela suavidade, simpatia e sempre por passar que está curtindo demais o que está fazendo, isso, é um diferencial, já que, não faltam por aí, bailarinas que parecem que nem sabem por que estão ali, dançando…
    Beijoooooooooooooooo

  5. Mel disse:

    Sabe que eu nunca tinha parado pra ver um vídeo dela? Eu gostei! Tem bastante coisa pra aproveitar sim. Concordo, é muito legal quando a bailarina mostra que está curtindo o que está fazendo e não apenas dançando só por dançar. A Munira Magharib, minha prof, diz que prefere mil vezes ver uma bailarina que está mostrando o quanto está gostando de estar ali dançando, o quanto está curtindo a dança do que uma que está lá toda preocupada em mostrar qualidade técnica mas que não passa emoção. Ela sempre diz pra gente que não adianta fazer passos lindos mas ficar com “cara de chuchu”, hehehe.
    E é verdade esse lance de que a gente sempre tem o que aprender com qualquer bailarina (nem que seja pra ver como não fazer… hehehe). Esses dia me surpreendi com uns vídeos no youtube da Dina. E me surpreendi mesmo porque até hoje eu não tinha conseguido enxergar o que as pessoas que gostam tanto dela vêem nela… Vi um de 2009 onde ela está com um vestido comportado (óóóó – hehehe – tem decotão, tudo bem, mas o vestido é longo e todo fechado, colado ao corpo, assim dá pra ver os movimentos, achei elegante, sem aquelas fendas enormes que quase mostram o útero) e ela está dançando de uma forma tão gostosa, mostrando isso de que está gostando muito de estar ali e fez uns movimentos bonitos, variou mais os passos… Os outros são dos anos 80 e me surpreendi mais ainda! Vi uma Dina que eu nem sabia que existia! Sei lá, mais variedade de passos, deslocamentos, bem dinâmica, leitura musical bacana, enfim… Vi várias coisas neles pra estudar!

  6. Hanna Aisha disse:

    Oi,
    sempre gostei e continuo gostando da Aziza desde que a vi pela primeira vez. Ela é bem autêntica, gosto disso. E acho que ela explora o tronco à beça e fica bem legal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s