A política de uma taurina

“Quando a gente se apresenta num palco, sempre tem aqueles que vão gostar do que viram e aqueles que não vão gostar. Eu danço apenas para a primeira parte”.

 

Essa frase foi dita por Selene Nefher em uma de nossas conversas sobre dança, conspirações e afins.

Nem sei se ela lembra, mas eu nunca esqueci. Uma das melhores políticas de valorização de si mesma que já vi na minha breve vida de bailarina.

Ê saudade da autenticidade e poder dessa mulher, viu?!

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

11 respostas para A política de uma taurina

  1. maíra magno disse:

    ave essa mulher é tudo de bom!

    • lorymoreira disse:

      Parece até com vc, né Maíra? Não no jeito de dançar, mas na maneira desembestada de falar o que pensa e mandar todo mundo se lixar… Ainda bem que mora uma em Lisboa e outra em Aracaju, senão ia ser a verdadeira avalanche da humanidade bellydance. Risos!

  2. Vivi disse:

    Perfeito teu post, a lembrança dessa amiga-irmã que hoje se encontra em terras lusitanas veio a calhar!

    Sel é de uma energia cênica bombástica e isso mexe com as pessoas. Tem uma capacidade de entrega quando está em cena que poucas tem. Ela leva a gente pra dentro da música.

    Ter acompanhado a trajetória dessa mulher na dança é constatar o quanto uma pessoa determinada é capaz de evoluir e superar certas “verdades” que a sociedade impõe. Sinto-me privilegiada por ter feito parte de sua história. 🙂

    • lorymoreira disse:

      É verdade, Vi.
      Eu me lembro da Selene começando… daquelas festas na Casa da Lua, das apresentações no falecido Aeroclube… ô tempo, viu? Ô tempo!!

  3. Samyaju disse:

    Ave, Selene- ilumine com sua sinceridade nossas inseguras almas, que num “corre corre” comercial de agradar a todos – acaba não agradando a ninguém =(
    Me lembrarei disso.
    Obrigada por compartilhar, Lory.
    beijos

  4. Selene Nefher disse:

    Lory, é claro q eu lembro dessa nossa conversa. Essa frase é meio q o meu lema de vida de bailarina (risos). Me sinto mesmo honrada em estar, mais uma vez, aqui no seu blog.

    Beijos enormes com sabor de saudade!

    • lorymoreira disse:

      Mulher, esse blog aqui também é sua casa.
      Quando vc voltar, vamos marcar outro almoço e beber umas garrafas de vinho, ouvir Janis Joplin e falar dessa cachaça bellydance… risos!
      Saudades!

  5. Janah disse:

    Sel é demais!!! Autentica, poderosa, linda, discreta, elgante para ela só tenho elogios sobretudo quando se trata desta segurança ímpar que ela tem! Seja no palco ou nos palcos da vida!
    Agardeço por ela estar aqui pertinho de mim!!! Venham visitar a gente aqui em lisboaaaaaaaaaa
    beijos

    • lorymoreira disse:

      Menina, está indo, cada vez mais, para Lisboa a nata da dança do ventre de Salvador. Dona Janah, faça o favor de parar com essa abdução de seres interessantes do universo bellydance soteropolitano, viu? Ai ai… Risos!!

  6. Lis de Castro disse:

    Ai, gente! Sel é tudo de bom e mais um pouco, êta energia booooa…
    Saudaaades sempre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s