Reconhecendo Estilos: Oyoun

Oyoun é aquela musicão que todo mundo sonha em editar para dançar. Sim, porque poucas são capazes de tamanha ousadia de se apresentar durante 15 minutos com a versão original. Não que ela não seja perfeita, mas há de se ter muita, mas muita presença de palco e repertório de movimentos para não cansar o público.

Partindo dessa idéia de versões mais curtas de Oyoun, resolvi fazer um Reconhecendo Estilos trazendo o trabalho de duas belíssimas bailarinas: Lis de Castro, de Salvador e Daiane Ribeiro, de Porto Alegre.

Pra mim é difícil tecer comentários sobre a dança das duas porque conheço ambas e admiro pra caramba o trabalho delas. As duas são competentes e me fazem ficar de queixo caído. Sempre.

Embora elas tenham escolhido trechos diferentes de Oyoun para dançar, dá para comparar os diferentes estilos e entender as nuances que uma bailarina pode adotar na música.

Lis de Castro

Daiane Ribeiro

O que eu percebo logo de cara é que a Lis opta por utilizar movimentos mais modernos, dramáticos e cênicos, enquanto a Daiane segue uma linha mais tradicional e simples (que não é simplório, viu? Ah eu com um simples desse!). Ambas fazem um trabalho de quadril primoroso e de fazer morrer de invejaaaaaaaa qualquer reles mortal. Ambas entoam sentimento e emoção. Mas, até nas semelhanças, são completamente diferente!

Caramba!!! Essa é, pra mim, a grande riqueza da dança do ventre!

Por que querer ser igual a “fulaninha de tal” se a gente pode ser apenas a gente mesma?

Pensem nisso, meninas e levem pro palco aquilo que vocês são, sem necessidade de copiar ninguém.

Tem um livrinho do John Powells que todo mundo deveria ler: “Por que tenho medo de lhe dizer quem sou?”. Lá tem uma frase-resposta à pergunta-título do livro que eu gosto muito, pois ela, pra mim, sintetiza toda essa angústia humana do medo de não ser amado. É a seguinte:

“Se eu lhe disser quem sou, você pode não gostar, e isso é tudo o que tenho pra dar”.

Minha lição: dê tudo que você tem pra dar. Muitos vão te amar por isso, outros não. Mas quem nesse mundo de meu Deus foi amado por todos? Nem Jesus. Você não precisa disso para fazer a diferença. Mas, fazendo aquilo que vai no seu coração, você é mais honesto consigo mesmo e isso respinga na sua dança e na sua vida inteira.

Fiquemos com a lição de hoje: sejamos apenas aquilo que somos capazes de ser.

Beijos e bom final de semana!

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para Reconhecendo Estilos: Oyoun

  1. Lindo o seu post. Tive mesmo a impressão que as duas dançam com muito gosto, demonstrando o que realmente a música passa pra elas, sem querer parecer outra pessoa ou apenas seguir o estilo da moda.
    Por gosto pessoal, gostei mais da dança da Daiane Ribeiro. Foi mesmo uma dança muito linda e olha que nem costumo gostar de músicas que tem esse climão mais antigo. Mas as duas arrasaram.

    Abçs

  2. Karina disse:

    Adorei a Lis de Castro. Teve mesmo muita originalidade, leveza e estilo. Até o traje usado por ela deixa a sua marca, com a calça justinha para poder realizar os seus movimentos.
    Um abraço para você Lory.

  3. Dina Sampaio disse:

    Oi Lory!!
    A Lis é linda, tem uma leveza ao dançar, e me encantei com sua dança desde a primeira vez que a vi dançar!!
    Quando eu vi o titulo do post, sem mesmo ver quem eram as pessoas que vc iria citar ou se iria citar alguem, eu logo lembrei da Daiane, lembro-me quando ela postou este vídeo de Oyum em uma comunidade do orkut, e eu fiz questão de parabeniza-la pela perfeição da dança.

    Amei os o post, e amei mais ainda as duas pessoas que vc colocou como comparação.
    Beijos

  4. A Liz é linda demais, muito precisa e poderosa. Nunca tinha visto. Mas me identifico mais com a Daiane. Gosto da dança mais caretinha mesmo, fazer o que?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s