Excesso de Publicidade e Publicidade Ineficaz

Essa semana passei por uma situação extremamente desagradável que acho que serve de alerta para todas nós.

Há alguns longos meses, venho recebendo constantemente e-mails de divulgação de aulas, cursos e shows de uma determinada dançarina/professora de tribal.

Durante algum tempo, bloqueei as mensagens dela. No entanto, passei a notar que as recebia de endereços de e-mails diferenciados e, não tendo como contê-las longe da minha caixa de e-mails, enviei um e-mail para a tal moça solicitando minha desvinculação (que nunca solicitei, a propósito) da sua mala direta. A moça respondeu que o faria, mas em menos de 15 dias os e-mails voltaram a ocupar espaço precioso na minha caixa de entrada. Tornei a lhe pedir que me retirasse daquela lista. Mas, desta vez, ela me escreveu dizendo que se eu estava tão incomodada, que a bloqueasse. Expliquei a ela que já tinha feito, mas que meu serviço de bloqueio não era tão eficaz quanto a sua capacidade de me atormentar com divulgação de cursos que nunca tive o menor interesse em fazer! Pronto, ela ganhou minha antipatia e minha publicidade negativa a seu respeito.

É inacreditável como algumas dançarinas se comportam em relação ao seu portfólio de trabalhos!

Eu nunca fiz aula com essa moça, nunca tive a menor intenção de fazer, nunca me inscrevi em nenhuma página para receber atualizações dela. No entanto, ela se acha no direito de me enviar e-mails quase semanais com seu material de trabalho e ainda se mostra extremamente infeliz em sua conduta quando solicito o meu descredenciamento.

Isso lhe parece familiar, não é?

Pois é… em dança do ventre e dança tribal, aqui no Brasil, isso é uma constante. Infelizmente.

Pecamos por excesso de divulgação? Não. Mas estamos nos promovendo de uma maneira infantil, pouco eficaz e extremamente deselegante.

Esse é um dos casos que estou contando aqui, mas existem muitos outros! Você mesma, leitora, não seria capaz de me relatar vários?

Entendam uma coisa: quanto mais publicidade não solicitada vocês mandam, mais se distanciam de achar uma parceira de divulgação e/ou potencial cliente.

Que tal aprender a fazer divulgação de seu trabalho de uma forma mais elegante? Não sabe como? Contrata um profissional pra te orientar!

E aqui aproveito o momento também para falar dos cartazes de divulgação dos cursos que vejo por aí! Nossa!!!!!! Total falta de noção estética e da clareza do objetivo de um cartaz de divulgação. São tantas fotos, tantos efeitos, tanta poluição visual que nem sempre consigo entender de primeira qual é mesmo o propósito daquilo.

Brega! Somos bregas, amadoras, auto-centradas, com o ego do tamanho do mundo e estamos fazendo um papelão – porque artista bom não ganha espaço assim. Pra ser honesta, nem creio que uma pessoa que se comporta de tal forma pode ser chamada de artista.

Ah, Lory, mas a gente não tem dinheiro para pagar alguém pra fazer”.

Sinceramente? Então não espere bom resultado de sua propaganda. Já diz uma amiga minha “para ganhar você primeiro precisa investir”. E investir em qualidade, bom gosto e sofisticação, baby, nunca é demais!

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s