Dê importância a seu público

Você organiza lá seu evento de dança. Investe um tempo precioso com a elaboração e limpeza das coreografias, organiza alunas, vende ingressos, faz cenário, se descabela com a costureira que não entrega os figurinos no prazo, contrata o operador de luz e som e, ops, nota que com mais algum aperto dá pra pagar um profissional de foto e/ou filmagem para cobrir seu evento. Bacana! Registrar tudo sempre foi um desejo seu que nem sempre deu para satisfazer porque é aquela coisa: a gente paga pra fazer evento de dança nesse país, né?

Bom, daí que você segue algumas indicações, faz uns orçamentos e fecha com uma empresa ou pessoa a tal da cobertura de fotografia e/ou filmagem! Felicidade!

O resultado é lindo, as fotos lhe agradam, suas alunas estão satisfeitas, você está super radiante… mas como felicidade completa é rara, ao assistir um vídeo amador, gravado por alguém que estava na plateia, você nota que o fotógrafo permaneceu o espetáculo inteiro de pé, no meio do palco. O negócio é tão bom que o bendito aparece em todos os vídeos amadores que você cata.

Querendo saber mais, começa a investigar com pessoas que foram prestigiar seu show e descobre que a maioria esmagadora afirma ter visto o rapaz em pé, tapando parte da visão do público do que estava acontecendo no palco.

Esse registro aqui podia ser fictício, apenas para dizer o quão é importante cuidar de certos detalhes que podem passar despercebidos por quem organiza eventos em teatros. Mas a verdade é que não é. E não define uma única vivência minha como expectadora de eventos de dança nesses anos em que me divido entre público e dançarina. Exemplifica um fato que vivenciei algumas boas vezes. E compartilho minha sensação: me senti profundamente desrespeitada como pagante.

Você não compra ingressos de um evento de dança para ficar tentando assistir um show. Você paga para assistir – e qualquer intercorrência que limite nossa visão é de responsabilidade do organizador, sim senhora! Seja um fotógrafo mal orientado, que fica passeando na frente do público, seja por excesso de gente no teatro que te obriga a sentar numas cadeiras improvisadas numa lateral que não dá pra ver porcaria nenhuma, seja por ausência de iluminação adequada que torna a dançarina um vulto no palco, seja pelo que for! O público quer e merece ser respeitado – ainda que ele nem seja pagante.

Lógico, imprevistos acontecem, são perdoados e segue-se adiante, mas a falta de planejamento e de cuidado por parte de organizadores e apoiadores é, na maior parte dos casos, o grande vilão da história.

Como dançarina e ocasional organizadora de evento, penso que se a prioridade de uma festa de dança for a filmagem, que se agende uma data apenas para esta. Tipo, um ensaio geral, com figurino, luz e som – tudo devidamente no “tá valendo como se fosse” para que o camera-man ou fotógrafo possa se posicionar da melhor maneira possível em relação ao palco e garantir o melhor ângulo para seus cliques. Agora, Doquinha, se você abriu seu evento para expectadores e quer sua cobertura simultânea, respeite seu público e peça a sua equipe de apoio que faça o mesmo.

Não admita que seu público seja maltratado – que seja atrapalhado de contemplar o evento que você montou com tanto carinho. Aquelas pessoas foram até ali ou porque já conhecem e confiam na qualidade de seu trabalho ou porque o querem fazer. Pra quem já te conhece, provavelmente haverá perdão. Se tiver uma grande amiga na plateia, ela poderá lhe dar um toque. Ou não. Mas, pra o público novo, aquele que foi lhe ver pela primeira vez, a impressão inicial pode ser ruim. Pode rolar uma decepção…

Cuide de quem ajuda você a aparecer. Cuide de quem te aplaude, te brinda com presença, com olhos brilhantes, com desejo de ver dança de qualidade – em todos os sentidos. Porque se preocupar com o que acontece nos bastidores e entrelinhas também é papel de quem organiza e faz eventos.

Um abraço forte.

Anúncios

Sobre lorymoreira

Baiana, blogueira e apaixonada por música e dança árabe!
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s